Follow by Email

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

FELIZZZZ!!!!!!

Pois é muito feliz quando descobri o meu tesourinho no dia 14 de Setembro de 2010... Toda a gente me perguntava se estava gravida, pois apesar de eu não querer admitir com apenas 7 semanas já se notava uma barriguinha :)
Fui então as urgências do hospital, para fazer um exame de sangue para saber se estava mesmo gravida ou não...
Para minha surpresa (ou nem tanto) quando recebo o resultado do exame e dizia la positivo... Toda eu tremia dos pés á cabeça... não sabia se havia de chorar ou rir... pois por esta altura estava a separar-me do pai do meu tesourinho...
Quando lhe contei é que foi triste, mesmo muito triste... ele olhou-me nos olhos e disse-me que ou eu tratava do assunto (abortava) ou ele desaparecia da minha vida... e eu a chorar disse-lhe que não, que ia manter o meu bebé e que se ele não quisesse fazer parte da vida do bebé o problema era dele... Foi horrível, com isto tudo na primeira semana perdi 5kgs sempre a vomitar e mal comia, com os nervos, passava os dias a chorar trsite, e só pensava que se não fosse pelo me tesouro nem sequer estava cá a esta hora...
No dia 16 de Setembro de 2010 foi a MAC (Maternidade Alfredo da Costa) fazer uma ecografia de urgência para saber se estava tudo bem com o feijãozinho... Para começar fui super mal atendida, por toda a gente, enfim a eco la acabou por correr bem e descobri que já estava de mês e meio (7 semanas).
Quando sai da sala da eco e mostrei a primeira imagem do meu tesourinho ao papá tudo mudou... vi os olhos dele a encherem-se de alegria, ficaram cheios de lágrimas, mas nem para mim olhou :( ... não me dirigiu palavra ate chegar-mos a casa e falar-mos...
Passei praticamente o primeiro trimestre da gravidez todo sozinha, ele mal falava comigo e eu chorava por que estava deitada ao lado dele e ele nem falava em condições para mim, nem me olhava nos olhos, sentia-me triste e revoltada, sempre a ler relatos de outras mães a dizer que os seus maridos estavam super empenhados na gravides e estavam super carinhosos e eu nem um olhar tinha, tive de partilhar o mesmo espaço com ele, a mesma mesa... Odiei cada minuto da minha vida ate fazer os 5 meses, que foi, quando aos poucos, ele começou a "participar" na gravidez, já me perguntava se estava tudo bem, já me telefonava do trabalho, ia comigo as consultas, foi ver as ultimas ecos... já mexia na barriga, falava para o nosso amor...
Lembro.me tão bem quando ele foi a primeira eco comigo quase chorou ao ver o nosso bebe e ouvir o pequenino coração a bater...
Aí sim tudo mudou radicalmente, parecia outra pessoa, meigo, carinhoso, atencioso, cuidadoso...
Tudo o que eu sempre quis que ele fosse desde o inicio...
Começou ma, mas agora tudo esta a ir por bem, assim que o nosso tesouro nasceu ficou radiante, ainda por cima toda a gente dizia (e diz) que o nosso amor é a cara do pai :), e ainda bem que assim o é!!! Deixo agora foto do meu pequeno rebento com poucas horas de vida :)


Sem comentários:

Enviar um comentário